LULA CONCEDE NOVA ENTREVISTA

Lula concede nova entrevista, desta vez ao jornalista Grenn Greenwald.

O ex-presidente da república do Brasil, Lula. Concedeu nesta quarta-feira (15) nova entrevista após permissão do Supremo Tribunal Federal. O jornalista norte americano Glenn Greenwald, editor do The Intercept, esteve na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde o ex-presidente Lula está preso, onde “tiveram uma discussão abrangente sobre Bolsonaro, a ascensão da direita nacionalista, presidente Trump, problemas da Venezuela e muito mais”, conforme o mesmo comunicou no Twitter.

“Acabei de entrevistar o ex-presidente do Brasil Lula em sua prisão em Curitiba. Foi uma discussão abrangente sobre Bolsonaro, a ascensão da direita nacionalista, os problemas da esquerda, Trump, Venezuela e muito mais. Irá ao ar em português e inglês em breve”, comunicou Greenwald.

“O que quer que se pense sobre Lula e suas alegações de corrupção – e nada está claro sobre isso – ele é um dos poucos líderes mundiais a vencer e governar com grande popularidade usando o populismo de esquerda. Vale muito a pena ouvi-lo sobre as mudanças políticas globais contemporâneas”, relatou o jornalista.

Outra demonstração de estranheza de Greenwald foi com o fato de o Judiciário não ter deixado Lula ser entrevistado por nenhum veículo de imprensa ao longo de 2018, durante a disputa presidencial, em que ele liderava as pesquisas, mas agora com o passar da eleição, “de repente” permitir. A negativa foi decidida pelo ministro Luiz Fux, do STF, e confirmada pelo presidente da Corte, Dias Toffoli. afirma o mesmo.

“Um aspecto revelador de nossa entrevista com Lula: no @TheInterceptBr, nós pedimos durante um ano inteiro durante a eleição de 2018 e até entramos com uma ação pelo direito de fazê-lo [a entrevista], mas o Judiciário recusou. Agora que a eleição acabou, de repente eles estão nos autorizando e alguns outros. Estranho”, disse o editor do Intercept.